Laminação.

  • CESOIA DI TAGLIO A CALDO

  • induction heater for steel lamination, forno ad induzione per laminazione

  • laminazione

  • SAM_4593

  • SAM_4591

  • rolling-mill

  • IMG_4709

  • IMG_0555

  • image001

A introdução de sistemas de aquecimento por indução nos processos de laminação já é uma constante compartilhada entre os mais qualificados produtores de laminações a quente. A principal vantagem relacionada com a utilização do forno de indução, nas várias partes do setor de laminação conforme as várias exigências, é o controle da temperatura para diferentes materiais e diferentes dimensões.

De fato, graças à ausência de transistores térmicos da aplicação e ao elevado nível de potência específica por unidade de volume é possível obter rápidas respostas relativas a tempo e potência fornecida para atingir os perfis de aquecimento desejados.

Geralmente, no âmbito da laminação, deve-se trabalhar utilizando aquecimento com passagem intermitente de barras para aumentar a temperatura média antes de um trabalho de desbaste ou acabamento, e para compensar a falta de uniformidade da temperatura nas extremidades. Desta maneira, é possível aumentar a produtividade da fábrica reduzindo o consumo de gás e o desgaste do material refratário no forno principal, realizar mudanças de produção rápidas mantendo o controle da temperatura entre os padrões industriais compartilhados e reduzir os defeitos de trabalho dependentes de falta de uniformidade da temperatura.

De toda maneira, a Induction está presente no mercado inclusive com aplicações de aquecimento estático de barras para a seguinte laminação, permitindo flexibilidade na mudança de produção inclusive com pequenos lotes de material, redução da descarburação superficial também com eventual aquecimento na atmosfera, eliminação dos custos da manutenção comum do forno de gás, eliminação de superaquecimento localizado na zona de combustão.

Voltar para o Topo